4 razões que fazem os imóveis serem tão valorizados no Distrito Federal

Conheça os principais fatores que definem o alto valor dos imóveis no DF e as regiões mais valorizadas da capital

Região central de Brasília – vista torre de TV – crédito: skyscanner.com.br

O mercado imobiliário do Distrito Federal sempre mereceu a atenção especial de empresas,  analistas e profissionais do setor da construção civil , sendo considerado um dos mais relevantes e atrativos, entre as maiores e  mais importantes cidades do País, com números cada vez mais expressivos no volume de oferta de imóveis e, principalmente, de procura , que não para de crescer, tanto no Plano Piloto, região primária do Distrito Federal, quanto nas regiões administrativas , mais conhecidas como cidades-satélites, fazendo de Brasília , uma das cidades com os imóveis mais valorizados do Brasil.

Neste artigo vamos conhecer um pouco mais sobre o mercado imobiliário do Distrito Federal, as principais forças que definem a valorização imobiliária na capital e as regiões que mais se destacam nesse cenário.

1.O Distrito Federal: A qualidade de vida que atrai e ressignifica o conceito de viver e morar em grandes cidades.

O Distrito Federal é, sem dúvidas, um dos lugares mais atrativos para quem busca, a qualidade de vida tão almejada, atraindo cada vez mais pessoas de todos os cantos do País e do mundo, despontando no ranking com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais elevado do país: 0,824 –é a única unidade federativa brasileira com índice superior a 0,8.  A estatística é calculada pelo Pnud, órgão ligado à ONU.

Além de ser o centro político do país, a cidade é reconhecida por seu planejamento urbanístico singular e arquitetura moderna, com uma boa infraestrutura, uma rede bem estruturada de saúde e educação, alto índice de segurança, vias largas e modernas, integração com a natureza, entre outros atributos. Assim, o seu notável estilo de vida é uma marca registrada do Distrito Federal, tornando-se uma referência para aqueles que buscam estabelecer-se em locais com maior qualidade de vida, o que torna a demanda por imóveis, cada vez mais elevada e fazendo com que a cidade tenha um dos m² mais valorizados do Brasil, sendo considerada a cidade brasileira com a maior valorização imobiliária do Brasil em 2022 , com um índice de 16,77% em relação a 2021, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip)

De acordo com a Pesquisa do Índice de Velocidade de Vendas em Brasília, uma iniciativa conjunta da ADEMI DF com o SINDUSCON-DF, realizada pela Opinião Informação Estratégica, com apoio da regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE DF) a valorização imobiliária no DF acelerou nos últimos 06 anos, ratificando a tendência já demonstrada, entre 2021 de 2022, pela pesquisa da Abecip.

Segue abaixo a demonstração dessa evolução nas regiões do Plano Piloto, Guará e Águas Claras, tendência essa que se entende para as demais regiões e entorno do DF:

Fonte: Pesquisa Opinião / Ademi-DF/Sinduscon-DF/Sebrae

2.A Localização e o fator essencial para a valorização imobiliária no DF

A localização do imóvel é a variável mais importante quando o assunto é valorização imobiliária. Em uma cidade cosmopolita e vibrante como Brasília, estar bem localizado significa estar próximo a tudo que você e sua família precisam para uma vida com mais conforto, segurança e praticidade, com rápido acesso às demandas de uma rotina intensa e em constante movimento. Assim, quanto mais próximo você estiver do trabalho, da escola, do comércio, do lazer e dos serviços essenciais que a cidade oferece, tais como saúde, transporte, lazer, entre outros, mais valorizado será o lugar e o imóvel ali construído.

Leia também: 2023 – Os Melhores bairros para viver e morar em Brasília.

Brasília é o centro das grandes decisões nacionais, o epicentro do poder e dos acontecimentos mais relevantes da cena política, administrativa e judiciária do País. Além disso, sua vocação cosmopolita e diversa, infraestrutura moderna e conectada, atrai um fluxo crescente de interesses e de pessoas de todas as partes do Brasil e do Mundo , que buscam na cidade o lugar ideal para viver e morar , próximo à toda essa atmosfera de possibilidades e perspectivas, demandando cada vez mais espaços que possam comportar essa crescente procura por imóveis próximos ao centro da capital, alimentando uma onda de valorização imobiliária contínua e sustentável que começa no Plano Piloto e se estende , proporcionalmente, à todas as regiões administrativas do DF.

Em direção contrária, a atratividade do DF impacta também a região do entorno de Brasília, onde milhares de famílias se estabelecem em busca de uma vida melhor e com mais oportunidades. Esse fluxo contínuo de pessoas, da mesma forma, pressiona a demanda por imóveis, provocando uma onda inversa de valorização imobiliária que começa no entorno e deságua nas regiões administrativas do DF e daí por diante até chegar às áreas mais nobres do Plano Piloto, retroalimentando essa cadeia de valorização imobiliária.

Veja abaixo como se dá a onda de valorização imobiliária do Distrito Federal:

3.O tombamento do Plano Piloto e a escassez de oferta imobiliária no DF

Marco da arquitetura e urbanismo modernos, Brasília é detentora da maior área tombada do mundo – 112,25 km² – e foi inscrita pela UNESCO na lista de bens do Patrimônio Mundial em 7 de dezembro de 1987, sendo o único bem contemporâneo a merecer essa distinção.

O Patrimônio cultural de Brasília é composto por monumentos, edifícios ou sítios que tenham valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico, e a compreensão da sua preservação reafirma a necessidade de se executar políticas públicas capazes de assegurar a proteção desse patrimônio.

O tombamento significa um conjunto de ações realizadas pelo poder público com o objetivo de preservar, por meio da aplicação de legislação específica, bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população, impedindo que venham a ser destruídos ou descaracterizados.

O urbanista Lúcio Costa, autor do projeto do Plano Piloto, explicou de maneira muito simples a criação dos elementos centrais da cidade: “Nasceu do gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos cruzando-se em ângulo reto, ou seja, o próprio sinal da cruz”

Cruzamento dos Eixos Monumental e Rodoviário no início das obras de construção de Brasília. Foto: Mário Fontenelle/Arquivo Público do Distrito Federal – 1956/1957

A cidade, que foi a primeira obra do século 20 a ser tombada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), é dividida em quatro escalas de concepção urbana:

  • Monumental: fica ao longo do Eixo Monumental, da Praça dos Três Poderes à Praça do Buriti, com a concentração das principais atividades administrativas locais e federais.
  • Residencial: ao longo do Eixo Rodoviário (ou Eixão), com as superquadras, consideradas à época uma nova forma de morar, próximo a uma via.
  • Gregária: o ponto de encontro e de convivência do Plano Piloto, no centro da cidade. É onde ficam a Rodoviária do Plano Piloto, os Setores Bancário, Comercial, de Diversões, Hoteleiro e de Rádio e TV.
  • Bucólica: espalhada pelos espaços livres e arborizados, que dão a Brasília a característica de cidade-parque. No plano original, o principal local dessa escala é a orla do Lago Paranoá.

Porque o tombamento impacta a oferta imobiliária e a valorização imobiliária no DF?

A escassez de áreas disponíveis para implantação de novos empreendimentos residenciais, pressiona o preço das últimas projeções destinadas às incorporações imobiliárias, na região primária do Plano Piloto, a saber:  Asa Sul, Asa Norte, Setores Sudoeste e Noroeste. O resultado dessa escassez, juntamente com a pressão contínua por novos imóveis, são valores cada vez mais altos das últimas projeções disponíveis e arrematadas nas licitações promovidas pela Terracap, agência governamental responsável pela venda dos terrenos, uma vez que o GDF ainda é o maior detentor de áreas residenciais no DF.

Por outro lado, as normas e restrições impostas pelo tombamento, reduzem o potencial construtivo das projeções destinadas aos projetos arquitetônicos de novos empreendimentos lançados e construídos no Plano Piloto, impactando o seu VGV – Valor Geral de Venda, gerando um efeito dominó sobre o valor final de cada apartamento.

Obras SQSW 500: última quadra residencial do Setor Sudoeste

Por fim, a escassez de áreas e as restrições no seu potencial construtivo, acabam por gerar uma pressão adicional à oferta imobiliária no Plano Piloto, desencadeando um movimento natural em busca de imóveis mais acessíveis, localizados em regiões fora da área tombada, reforçando ainda mais o já conhecido efeito cascata sobre a valorização imobiliária em todas as regiões do Distrito Federal e entorno.

Parque dos Jasmins 02 quartos: Novo lançamento imobiliário no Setor Noroeste

4. Alto padrão, Solidez e Qualidade construtiva: diferenciais que garantem valorização imobiliária e segurança patrimonial de longo prazo

Dentro do universo imobiliário, muitos conceitos vão, ao longo do tempo, se aprimorando e ampliando a maneira como as pessoas vão percebendo valor e sentido em suas escolhas, sejam essas escolhas movidas por critérios emocionais, financeiros, técnicos ou ainda critérios intangíveis e imensuráveis, tornando a decisão de investir em um imóvel, um desafio contínuo, sobretudo para quem busca valorização e segurança patrimonial de logo prazo nessa empreitada.

Leia também: Apartamentos de alto padrão em Brasília: conheça mais sobre os diferenciais desses imóveis

Selecionamos abaixo alguns desses conceitos que influenciam diretamente essa decisão:

4.1 O projeto Arquitetônico: beleza, robustez, harmonia de suas linhas e elementos que realçam e marcam a sua personalidade, associados à qualidade superior dos materiais empregados em seus revestimentos, tais como granitos, esquadrias de alumínio e vidros especiais, definem, juntos, um conceito arquitetônico que agrega muito valor a qualquer empreendimento, preservando e garantindo valorização e segurança patrimonial de longo prazo à quem investe em um imóvel para a vida toda.

Obra Jardins Azaleias 4 Suítes – SQNW 302 – Setor Noroeste: Entrega em 2023

4.2 As áreas comuns: tão importante quanto os diferenciais que marcam a beleza arquitetônica do empreendimento, são as áreas comuns que complementam e ratificam o seu padrão construtivo. Do pilotis à cobertura coletiva, os ambientes sofisticados, luxuosos, os revestimentos nobres e os projetos de desempenho lumínico e acústico de última geração, onde a conveniência, o conforto e a funcionalidade dos projetos se harmonizam com a beleza e o requinte em cada detalhe, podem ampliar a percepção positiva das pessoas, atribuindo ainda mais valor ao imóvel ali situado. Além disso, os condomínios de alto padrão vêm investindo cada vez mais em ambientes sociais e de lazer que garantam a todos os moradores uma rotina prazerosa, funcional e segura. Ter à disposição, uma estrutura completa de lazer e entretenimento, sem sair de casa, é um convite para uma vida mais segura, tranquila e saudável para toda a família. Condomínios que oferecem esse diferencial, em geral, são mais valorizados e melhor avaliados na hora da decisão da compra.

Piscina adulto – cobertura coletiva Parque das Gardênias 04 suítes – SQNW 106 – Setor Noroeste

4.3 O enxoval que compõe o mobiliário das áreas comuns do empreendimento: Na incorporação de imóveis de alto padrão, a antecipação da contratação do enxoval a ser utilizado na composição dos espaços e ambientes das áreas comuns é um custo complementar ao preço do imóvel que garante que o prédio seja entregue aos novos moradores já mobiliado, equipado, decorado e otimizado de forma a torná-lo mais funcional, elegante, sofisticado e totalmente alinhado com o conceito, o padrão e o design arquitetônico compatível com o padrão dos apartamentos, sendo isto fundamental para que as expectativas dos adquirentes sejam atingidas. A qualidade dos materiais, mobiliários e equipamentos que fazem parte do enxoval de decoração refletem toda a nobreza e sofisticação que se espera de um condomínio de luxo.

Espaço Gourmet – Jardins dos Bougainvilles – SQNW 302 – Setor Noroeste
Espaço Gourmet e Rooftop com terraço – Jardins dos Bougainvilles – SQNW 302 – Setor Noroeste

4.4 Os diferenciais técnicos construtivos  : Alvenarias internas dos apartamentos em blocos de concreto, lajes maciças, paredes que dividem os quartos de unidades contíguas em alvenaria dupla com blocos de concreto e espaçamento preenchido com lã acústica, vidros com tecnologias que bloqueia raios UV, desempenho térmico e lumínico das unidades, aquecimento solar de água, geração de energia fotovoltaica, entre outras soluções tecnológicas, são alguns dos diferenciais que podem ser empregados atualmente em empreendimentos classificados como de alto padrão.

parque das oliveiras

4.5 Os projetos inteligente e versáteis: A expectativa de quem procura um imóvel de alto padrão é poder otimizar os espaços em busca de projetos mais autorais, que promovam uma similaridade maior com seu estilo de vida e da família.  Assim, plantas reversíveis e mais inteligentes, podem proporcionar uma dinâmica diferenciada ao lar, como por exemplo, uma cozinha gourmet integrada à sala no lugar da copa, ou mesmo uma sala maior integrada à varanda ou um ambiente home office ao invés de mais uma suíte, podem facilitar o dia a dia de toda família, promovendo mais conforto, funcionalidade e melhor convivência social e familiar aos moradores e visitantes.

Clique e Faça um tour pelo apartamento decorado virtual do Residencial Turmalina – SQSW 500 – Setor Sudoeste

Sala com opção de Cozinha Gourmet – Residencial Turmalina – SQSW 500 – Setor Sudoeste
Sala com opção de Cozinha Gourmet – Residencial Turmalina – SQSW 500 – Setor Sudoeste

Leia também: Novos apartamentos decorados Emplavi: Alto padrão, modernidade e sofisticação para encantar e se conectar com um novo estilo de viver e morar em Brasília

Emplavi: Há 41 anos, referência em empreendimentos de alto padrão em Brasília

Mais que morar bem, um novo olhar sobre o que é viver Brasília, em toda sua plenitude, modernidade e intensidade. Um olhar que desafia a Emplavi continuamente na busca pela excelência, a cada novo empreendimento que planeja, constrói e entrega, fazendo nascer e crescer projetos que trazem, em sua concepção, o que existe de mais inovador e disruptivo no segmento imobiliário de alto padrão do Distrito Federal e que já se tornaram referência no conceito de viver e morar na Capital Federal, com a qualidade de vida que sempre sonhou, com a certeza do melhor negócio.

Conheça os empreendimentos Emplavi em Brasília

São mais de 31 mil imóveis entregues no prazo, nas melhores localizações da Asa Sul, Asa Norte, Setores Sudoeste e Noroeste, Guará e Águas Claras com a marca da solidez, da segurança e da qualidade construtiva Emplavi que agrega maior valorização imobiliária de longo prazo ao seu patrimônio em Brasília.

Leia também: Queda dos juros e valorização dos imóveis, acima da inflação, movimentam o mercado imobiliário na reta final de 2023

Para conhecer a Emplavi e seus empreendimentos, acesse emplavi.com.br

Agende uma visita e se conecte ao futuro do seu novo endereço de alto padrão em Brasília.  

Central de Vendas e decorados Emplavi Noroeste – SQNW 102

Posts Recentes